|Tuesday, July 23, 2019
You are here: Home » Português » Quando se trata de fazer dieta, o sucesso está nos detalhes

Quando se trata de fazer dieta, o sucesso está nos detalhes 


dieta

A maneira como você organiza suas refeições e os horários que escolhe para comer são tão importantes quanto o valor nutricional dos alimentos ingeridos.

Vamos começar do ponto mais importante: as dietas não funcionam. O que funciona é ter um estilo de vida adequado. Mas, se você optar por fazer dieta, é importante, pelo menos, fazer o certo.

Em um mundo ideal, você segue uma dieta equilibrada e saudável. Seu almoço é super nutritivo, a inveja de seus colegas de trabalho; sempre tão meticulosamente embalado, perfeito para fotografar e postar no Instagram.

Você come de forma saudável e o mundo inteiro sabe disso, mas a balança parece não levar isso em conta. Os quilos não diminuem e surgem dúvidas. Como é possível ganhar peso com uma dieta tão cuidadosa?

Bem, talvez você esteja cometendo alguns erros, apesar de se esforçar para comer de forma saudável. Felizmente, esses erros são fáceis de corrigir.
Ganhar peso pode ter diferentes causas. Nós ganhamos gordura, massa muscular e absorvemos água e o ganho de peso pode ocorrer mesmo mantendo hábitos saudáveis.

As razões são diversas mas, na maioria dos casos, são erros básicos pequenos, fáceis de corrigir quando não se presta muita atenção ao que se come e se concentra mais em quanto e como é feita a alimentação.

Fruta nem sempre é uma boa escolha

Frutas secas é um alimento importante em uma dieta de qualidade. Eles são ricos em gorduras – de 30 a 60% de sua composição -, especialmente em ácidos graxos mono e poliinsaturados, como o ômega 3. Elas, também, fornecem um grande número de proteínas, fibras, vitaminas, minerais e compostos bioativos com propriedades antioxidantes.

De acordo com uma revisão sistemática publicada na revista “Nutrients”, comer nozes “previne e trata alguns fatores de risco relacionados a doenças crônicas, como alterações no metabolismo glicêmico e lipídico, estresse oxidativo e inflamação”.

Mas, “com base no fato de que as recomendações da Organização Mundial da Saúde estabelecem uma ingestão calórica de 2.000 a 2.500 kcal por dia para um homem adulto e 1.500 a 2.000 para mulheres, 100 g de nozes nos fornecerão 688 kcal, o equivalente a 34,4 % dos 2.000 diários estabelecidos “.

O problema é como comemos frutas e nozes secas. Você pode comer algumas a cada vez que comer salada no almoço e jantar ou em pó para substituir uma farinha refinada.

São formas pelas quais aumentamos o consumo sem nem perceber e, com isso, as calorias que gostaríamos de limitar. Também é útil saber quais nozes comer: pistaches aliviam a menstruação e amêndoas e pinoles ajudam com as dores no joelho.

O azeite de oliva também tem calorias

O azeite de oliva é a base da dieta mediterrânea e um componente chave na prevenção de doenças cardiovasculares, mas passe livre para o ouro líquido leva ao ganho de peso.

Um dos hábitos que podemos abandonar é o azeite de oliva, uma colher de sopa contém 100 calorias! “

Agora, pare e pense quantas colheradas você ingere por dia: entre a torrada da manhã, um duas ou três para refogar os legumes, outra para o molho da salada … e agora multiplica todas essas colheres por cem. Demais, certo?

Não devemos parar de consumi-lo mas, controlar a quantidade, pois faz com que as calorias ingeridas aumentem. E, se o problema é que você tem muito óleo, você pode congelá-lo.

Comida caseira, mas preparada em casa

O ABC da nutrição saudável começa incentivando comida caseira, comida de verdade. A comida enlatada “caseira” deve ser substituída por cebola picada e tomate ralado cozinhados em fogo baixo.Você deve priorizar um cozimento limpo que não incorpore fontes de calorias e um molho muito denso acrescenta muitas calorias, não importa se é feito em casa.

Isso não significa que é proibido mas, por exemplo, o molho contém muito óleo. Além disso, com a desculpa de que você pode incorporar algum produto animal, isso libera gorduras saturadas e, também, faz com que a qualidade nutricional diminua.

A melhor maneira de evitar a tentação é optar por assar ou pelo cozimento a vapor. Também é verdade que parar de comer gordura não vai fazer você perder peso.

As calorias em molhos e temperos podem passar despercebidas porque são em pequenas quantidades, mas sua contribuição calórica é muito importante.

Por exemplo, a maionese contém 685 calorias por 100 gramas e, tendo em conta que uma colher de sopa contém 10 gramas, cada uma adiciona ao prato  8,5 calorias.

O mesmo se aplica ao molho Caesar: cada 100 mililitros fornece 324 calorias, ou seja, cada colher de sopa que adicionamos à salada contribui com 32,4. A propósito, a maionese light também engorda.

Biscoitos saudáveis ​​não existem

Todos nós sentimos desejo por um lanche ou por algo doce depois de comer. É normal. O ruim é pensar que podemos encontrar uma maneira de incorporá-los à dieta e que substituir uma barra de chocolate por um biscoito com chocolate amargo pode ser um passo na direção certa. Mas não é bem assim.

Este tipo de produto não deixa de ser processado e carregado em calorias. 100 gramas de biscoitos de chocolate tem 493 calorias, 24,6% das 2.000 diários estabelecidas e é muito comum abusar deles

Algumas dessas delícias com café da manhã e muitas outras com o café da tarde já somam cinco mil calorias e quem já experimentou um biscoito sabe que não tem dois sem três.

É melhor evitá-los se não quisermos ganhar peso. Além disso, este tipo de cookie é, geralmente, feito com óleo de palma e acabam fornecendo gordura saturada desnecessária. Este tipo de óleo também está em cremes cosméticos.

Açúcar e adoçantes artificiais no iogurte

Evidências científicas apóiam a incorporação de probióticos na dieta como promotores de saúde. Os efeitos mais bem documentados estão nos distúrbios intestinais, como intolerância à lactose, diarréia associada a antibióticos e diarréia infecciosa, alergias, acumulando evidências emergentes sobre seu possível papel em outras doenças.

À medida que a consciência do consumidor cresce, os probióticos são cada vez mais populares e tendem a representar um dos maiores mercados de alimentos funcionais.

Os produtos lácteos, particularmente o iogurte, ainda são os veículos mais importantes para a entrega de bactérias probióticas ao consumidor.
Mas, cuidado: hoje é muito difícil encontrar um iogurte integral e natural. A maioria dos iogurtes é industrializado e pode conter até 20 gramas de açúcar por unidade.

Uma boa maneira de detectar esses iogurtes é observar a lista de ingredientes na embalagem. Se a embalagem disser que contém Bifidus, que é muito natural, que tem fruta de verdade e que tem fibra dupla, é provável que tenha muito açúcar.

Se você quiser melhorar sua flora intestinal, opte pelo Kefir.

Coma tudo em pequenas porções

Sim, a salada caseira é muito saudável, mas você também não pode comer as porções de cinco pessoas. E como este exemplo, existem muitos.

É saudável comer cinco abacates, pois é uma fruta muito saudável e tem boas gorduras. Mas, o cálculo de calorias que deve ser levado em conta é o semanal, não o diário: comer vários abacates todos os dias pode desencadear, também, muitas calorias e quilos indesejados.

O problema não é somente seu, é de todos. Há algo fundamental que não podemos perder de vista: hoje em dia, as porções aumentaram para uma quantidade insustentável.

Cada vez que colocamos mais porções de comida e quando vamos a restaurantes, os pratos estão ficando maiores e é fácil perder a perspectiva.

Claro, com um pouco de informação e boa vontade, é mais fácil ter uma boa aparência no Instagram.

Many people like you read and support The Real Agenda News’ independent, journalism than ever before. Different from other news organisations, we keep our journalism accessible to all.

The Real Agenda News is independent. Our journalism is free from commercial, religious or political bias. No one edits our editor. No one steers our opinion. Editorial independence is what makes our journalism different at a time when factual, honest reporting is lacking elsewhere.

In exchange for this, we simply ask that you read, like and share all articles. This support enables us to keep working as we do.

About the author: Luis R. Miranda

Luis Miranda is an award-winning journalist and the Founder and Editor of The Real Agenda News. His career spans over 20 years and almost every form of news media. He writes about environmentalism, geopolitics, globalisation, health, corporate control of government, immigration and banking cartels. Luis has worked as a news reporter, On-air personality for Live news programs, script writer, producer and co-producer on broadcast news.

Add a Comment