Real Alternative. Real News.|Wednesday, April 16, 2014
You are here: Home » Português » Ecos do Céu Não São Sinal da Segunda Vinda de Jesús

Ecos do Céu Não São Sinal da Segunda Vinda de Jesús 

POR LUIS R. MIRANDA | THE REAL AGENDA | 13 ABRIL 2012

Os estranhos ecos vindo do céu. O que fazer com eles? Se eu tivesse que apostar, eu apostaria que não é um sinal do fim dos tempos ou a segunda vinda de Jesus Cristo. De fato, de forma inequívoca — embora haja uma possibilidade de estar errado — eu colocaria todas as minhas fichas na tecnologia do Projeto Blue Beam. Se você nunca ouviu falar do Projeto Blue Beam, ou não tem ouvido os sons vindo do próprio céu, eu gostaria de mostrar uma boa coleção. Os sons variam de coros a trombeta a um efeitos especiais do filme Transformers. Estes sons foram registrados em todo o mundo, mas particularmente no Norte da Europa, América do Norte e América Latina. Portanto, veja o vídeo, e se você estiver interessado em aprender mais sobre o que eu acho que é a causa, por favor, continue a ler.

É assustador, certo?

Felizmente, eu acho que há uma boa explicação para os ruídos estranhos e sua origem. A explicação está na terra, não o céu. Como eu disse, eu acredito firmemente que só há uma maneira de explicar esse fenômeno: o Projeto Blue. Eu, é claro, aceito sugestões e explicações alternativas. Depois que você terminar de ler, por favor não se esqueça de deixar seus comentários.

Então, o que é o Projeto Blue Beam? Não há muito sobre isso online. Eu ouvi sobre esse projeto pela primeira vez em 2002 enquanto pesquisava sobre um artigo relacionado à tecnologia. Eu li algumas informações no momento e nunca mais voltei investigar sobre o assunto. Para ser honesto, parecia louco, mesmo depóis de olhar os documentos que explicam como funciona a tecnologia. A maioria das pesquisas vem de dois jornalistas que convenientemente sofreram ataques cardíacos enquanto investigavam a relação da NASA com este projeto. O Projeto Blue Beam é uma produção da própria NASA. Um dos investigadores, o Sr. Serge Monast, escreveu um artigo em 1994 no qual ele revelou muitos detalhes sobre a intenção de criar e implementar a religião da Nova Era, (New Age) o qual está relacionado com o Projeto Blue Beam.

O Monast escreveu sobre como a religião da Nova Era é a base da Nova Ordem Mundial, de modo que o Projeto Blue Beam foi mantido em segredo por tanto tempo por essa mesma razão. O objetivo final do Projeto Blue Beam é a intenção de mostrar uma segunda falsa vinda de Jesus Cristo, a fim de apoiar o surgimento da religião da Nova Era. Para isso, o projeto foi aperfeiçoando a criação de hologramas que podem ser vistos em todo o mundo assim como tecnologia para que as pessoas pudessem ouvir vozes em sua língua nativa, que parecem vir do céu. Os preparativos para este cenário foram realizados ao longo dos anos através da cultura popular. Serge Monast menciona os filmes como Star Trek, Dia da Independência e 2001: Uma Odisséia no Espaço.

“A falsificação dessa informação é usada para fazer todas as nações acreditarem que suas doutrinas religiosas têm sido mal compreendidas e mal interpretadas por séculos. Preparações psicológicas para que a primeira etapa já foram implementadas com o filme, ’2001: Uma Odisséia no Espaço ‘, a série Star Trek, e “Independence Day”, todos que lidam com as invasões do espaço e da união de todas as nações para combater os invasores “, escreveu Monast. Através destas operações psicológicas e descobertas falsas, a elite tem vindo a preparar as massas para a derrubada de todas as crenças religiosas tradicionais. Estes resultados falsos incluem a descoberta de “novas informações” para apoiar sua afirmação de que a humanidade teve princípios religiosos mal interpretados.

A parte onde terremotos revelam novas informações, juntamente com o tipo de fenômenos ouvidos nos céus do planeta nos últimos meses, são apenas a primeira parte do plano. Tais eventos estão servindo a mesa para “o show celestial”. O que a NASA preparou, de acordo com Monast, é uma série de  “hologramas tridimensionais com efeitos ópticos e sons, projeções de laser de múltiplas imagens holográficas para diferentes partes do mundo, cada um recebendo uma imagem diferente de acordo com a dominância regional da fé religiosa . “As vozes vão tentar imitar a voz de “Deus”. Monast disse que a União Soviética tinha a tecnologia de computador para realizar esse evento, e que essa tecnologia é baseada em profundo estudo da composição “do corpo humano e estudos eletromecânicos da química do cérebro e o funcionamento elétrico e biológica humano.

A maneira como a NASA pode dar esse show é através de satélites que vão projetar um holograma desde o espaço (cerca de 60 milhas de distância). Essa explicação também explica o aparecimento freqüente de UFOs holográficos, cuja existência é difícil de entender e é comumente associado com todas as formas de naves espaciais. O objetivo do programa é legitimar a chegada do deus da nova era, Matraia, o deus da nova religião mundial. Segundo o Serge Monast, o projeto terá a capacidade de mostrar como se as pessoas estivessem sendo levadas como é falado nas bíblias durante o Arrebatamento. Os computadores que executam o programa exibirão uma imagem 3D de todo o céu parecido com o holograma com perspectiva profunda para torná-lo mais realista. Se os UFOs holográficos flutuando são ensaios visuais, os ecos que muitos escutaram vindo dos céus e o teste de áudio completo. A porção de áudio será igual às aplicações acústicas ELF, VLF e fenómenos LF e óptica. “Com a animação por computador e os sons que parecem emanar das profundezas do espaço, surpreendentes ardentes seguidores dos diferentes credos irão testemunhar seu próprio Messias voltando com a convicção da realidade natural”, disse Monast. Os sons serão seguidos pelo aparecimento “milagroso” de todos os deuses conhecidos: Jesus, Maomé, Buda, Krishna, etc, que depois se fundirão em um único ser. Esta fusão será consolidada a partir desse momento, só existe um deus, o deus da nova era, a religião da Nova Ordem Mundial. As antigas religiões serao consideradas como culpadas de todas as divisões entre a humanidade e será pedida a abolição de todas elas.

Embora os soviéticos foram os que desenvolveram o computador que irá lidar com o programa, aqueles que conduzem o projeto são os proprietários das Nações Unidas.

Se tudo que você leu até agora parece muito estranho para acreditar, é verdade, parece incrível para mim também. Parece uma teoria da conspiração, um pouco excêntrico. Mas isso foi o que disseram do assassinato de JFK, a existência e o controle exercido pelo banco privado do Federal Reserve, a existência do Grupo Bilderberg e as cerimônias de adoração ao deus Molech realizadas em Bohemian Grove. Como sabemos, tudo isso acabou por ser verdade, embora aqueles que relataram e continuam a relatar são insultados  como “teóricos da conspiração “, um adjetivo usado por ignorantes para atacar os mensageiros, e acabar com suas informações quando algumas pessoas não entendem muito as informações ou quando não entendem absolutamente nada.

Então vamos ver algumas informações que podem — dependendo do seu entendimento — explicar as afirmações acima.

Uma nota de rodapé na página 4 do Memorando Staff Memorandum to Members of Advisory Committee on Human Radiation Experiments, menciona o uso da tecnologia de microondas em seres humanos para estudar os efeitos da radiação de microondas sobre elas, como foi feito pelos soviéticos em seus experimentos. Note que um este é um documento sobre a experimentação em humanos com diferentes tipos de radiação, que apoia a alegação de que os governos ao longo da história têm usado os seus próprios cidadãos para a realização de experimentos abertos para detectar como certas tecnologias podem afetar sua saúde física ou mental.

A criação e uso de armas de energia dirigida, agora para defesa antimísseis e as mudanças climáticas sao outros exemplo desta tecnologia — armas laser operadas desde o espaço exterior — estão disponíveis e prontas para usar. A CIA usou uma arma de microondas criada por Lockheed-Sanders para realizar experimentos com síntese de voz. Isto é entendido como o controle remoto de áudio transmitido directamente ao cérebro de qualquer pessoa. Esta tecnologia é também conhecida como telepatia sintética. Pelos padrões da NASA, é chamado de Comunicação Eletrônica Telepática Espacial de Duas Vias. Em 1993, o Dr. David Morgan mostrou e demonstrou o uso desta arma durante um simpósio de defesa militar e armas não letais patrocinado pelo Laboratorio Los Alamos nos Estados Unidos. A reunião foi realizada no Centro Kossiakoff no Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins. A capacidade de comunicar informações desta forma também foi demonstrado pelo Dr. Nick Begich no programa de TV Teoria da Conspiração com Jesse Ventura quando eles investigaram sobre a tecnologia HAARP.

Como a maior parte do tempo, a tecnologia actual foi criada ao longo de décadas. Internet, computadores, comunicações sem fio, GPS com satélite, o avião de caça invisivel, os ônibus espaciais da NASA e muitos outros exemplos de progresso humano e ferramentas da nova ordem mundial, novas tecnologias serão usadas para simular a Segunda Vinda de Jesus Cristo. Os cientistas por trás da tecnologia para se comunicar telepaticamente com pessoas pesquisaram por um longo tempo, e têm vindo a experimentar com isso pelo menos desde 1970. Computadores que são usados para realizar o ‘show’ são tão avançados que ninguém, exceto os militares e seus contratantes estão cientes delas. Essas equipes foram alimentadas com todos os tipos de informações relacionadas à natureza humana, sons, fala, linguagem, e assim por diante. De acordo com Serge Monast, a Universidade do Arizona organizou um evento chamado “The Advanced Research Workshop da OTAN Sobre Fenômenos Atuais e Emergentes e Sistemas Biomoleculares.” Durante esta conferência, os próprios cientistas alertaram sobre o potencial da tecnologia de controle da mente para se tornar uma arma, e como os resultados dos experimentos poderiam ser abusados por pessoas que possuem esta tecnologia.

Durante o seminário, explicou que os Estados Unidos tinham desenvolvido equipamentos de comunicação que permitem a cegos ver, os surdos ouvir e conseguir que paraplégicos voltem a andar. Esta tecnologia também tinha a capacidade para aliviar a dor sem a necessidade de produtos farmacêuticos ou cirurgia. Estudos que justifiquem essa capacidade é baseada em uma nova análise do cérebro humano e o sistema neurológico. As experiências incluíram a utilização de pulsos de radiação a frequências muito baixas, a fim de analisar as reações. Estas experiências são semelhantes aos efeitos do que os aparelhos de televisão exercem no cérebro humano hoje. Muito deste equipamento está sendo utilizado pela CIA e o FBI para realizar seus jogos mentais. Os equipamentos descritos na conferência da OTAN são agora usados para torturar e matar pessoas, principalmente aqueles cidadãos que estão associados a organizações que pedem paz e tolerância, bem como membros de organizações que se opõem ao final do  desenvolvimento e criação de energia nuclear, assim como aqueles que se recusam a trabalhar em projetos para criar o que é conhecido popularmente como “Os Candidatos da Manchúria”. Muitas das prisões que a CIA tem no exterior são locais-piloto na implementação desta tecnologia sem restrições. Países em que as experiências são realizadas incluem, mas não estão limitados a Canadá, Grã-Bretanha, Austrália, Alemanha, Finlândia e França.

Na edição de 1970 da revista Psychology Today, James V. McConnell disse que “Agora é o dia que podemos combinar privação sensorial com a hipnose com drogas e manipulação com técnicas de  recompensa e punição para obter o controle quase absoluto sobre o comportamento de um indivíduo. Deve então ser possível conseguir uma lavagem cerebral muito rápida e muito eficaz que nos permite fazer mudanças dramáticas no comportamento e personalidade de uma pessoa. “

Nós sabemos agora que parte desse plano foi concluído. Privação sensorial esta sendo efetuada e está provavelmente em estágios muito avançados, uma vez que já estamos ouvindo ruídos vindos do céu que ainda nenhuma autoridade foi capaz de explicar. No entanto, a tecnologia, como descrito acima é mais do que real no nosso mundo hoje. O tipo de equipamento necessário para transmitir uma mensagem de áudio que é compreensível para todos, que é enviada na mesma frequência que o sistema nervoso humano para exercer o controlo pode ser conseguido por um transmissor produzido pelo contratante de defesa Loral Electro-Optical System, uma empresa sediada em Pasadena, Califórnia. Loral já usou essa tecnologia para realizar experimentos com a Força Aérea dos EUA para inserir mensagens nas mentes das pessoas e derrota-las no campo de batalha. Embora detalhes sobre o dispositivo são inacessíveis, sabemos a partir de documentos que a máquina usa radiação eletromagnética das freqüências pulsadas em níveis muito baixos para alcançar tal controle. Ela tem sido usada para torturar as pessoas desde uma longa distância, tanto física como mentalmente.

No seu artigo, Serge Monast fala sobre o Projeto Blue Beam:

“O processo utilizado pela tecnologia ELF como descrito em várias publicações do Departamento de Defesa, incluindo um intitulado” O Espectro Eletromagnético e Conflito de Baixa Intensidade” pelo Capitão Paul E. Tyler, Comandante de Medicina da Marinha dos EUA, que está incluído em uma coleção intitulada “Conflito de Baixa Intensidade e Edito Tecnologia Moderna”, pelo tenente-coronel David G. Reitor da USAF. O documento foi entregue em 1984 e a colecao publicada em 1986 pela Air University Press, Airforce Base Maxwell, Alabama. O dispositivo usado com esta tecnologia de pulso de microondas também pode fornecer sinais audíveis diretamente para uma pessoa sem ser detectada por  mais ninguém. A tecnologia é muito simples e pode ser construída usando uma pistola de radar comum da polícia. As ondas de microondas geradas pelo dispositivo é moduladas a frequências de áudio podem transmitir mensagens directamente para o cérebro. E aqui onde encontramos o Projeto Blue Beam da NASA. A propagação de comunicação de duas vias e imagens emitidas das profundezas do espaço correspondem directamente a esta tecnologia.”

O Monast vai ainda mais longe, dizendo que o tipo de tecnologia associada à comunicacao eletromagnética a distância sem fio foi revelada em 1978 por James C. Lynn em seu livro, “Efeito e Aplicação de Microondas Auditiva“, que fala sobre como as vozes audíveis podem ser transmitidas diretamente para o cérebro. Novamente, isso foi explicado pelo Dr. Begich no vídeo acima mencionado. No caso que você não viu o link, veja o episódio inteiro e especialmente a parte onde o Dr. Begich mostra o tipo de tecnologia e o processo de envio de transmissão. A revista Wired publicou um artigo sobre este assunto em julho de 2008, que explica o estado da tecnologia de áudio, como gerada pela freqüência de microondas que é “ouvido” em seu crânio.

“Os militares dos EUA financiaram o desenvolvimento de uma arma de microondas não-letal que cria um som dentro de sua cabeça. Mas no final, o gadget pode mesmo acabar em shoppings e nos campos de batalha, como relatado na revista New Scientist.

O projeto é conhecido como MEDUSA – um acrônimo projetado para deter pessoas em manifestações de rua usa emissão de áudio silenciosos. Este não deve ser confundido com o Dispositivo Acústico de Longo Alcance e aparelhos semelhantes que simplesmente projetam o som. Este utiliza o chamado “efeito auditivo de microondas”: uma onda de microondas que faz o som interagir com a cabeça. Ninguém mais pode ouvir a menos que eles estejam na mira do aparelho de microondas. “

Então, quando chegue a hora de você ouvir esses sons “celestiais” ou trombetas, lembre-se que não é a Segunda Vinda de Jesus Cristo. Além disso, saiba que você deve tomar todas as medidas necessárias para proteger-se de um evento como esse, que vai causar o caos entre as massas. O Monast acredita que o nível de histeria pública e caos social atingirá níveis sem precedentes.

Infelizmente, parece que este tipo de tecnologia não só é útil para eventos como o descrito neste artigo. Como relatado por Allen Frie, a comunicação sintética de microondas pode ser utilizada para acelerar, frear ou parar o coração dos animais. Isto é conseguido através da emissão de ondas na mesma frequência que tem o pulso do coração em si. Agora você pode ver que isso também pode ser utilizado em pessoas, por exemplo, para causar ataques cardíacos, mesmo em pessoas que não têm histórico de problemas cardíacos. Segundo o Dr. Robert Becker, experimentos para obter tais resultados foram completados por um longo, longo tempo. Em seu livro de 1985 “Poder Elétrico“, o Dr. Becker diz que “é tecnicamente viável produzir ataques cardíacos com raios desenhados para penetrar no coração humano.” A capacidade de matar as pessoas em longas distâncias, mesmo sem ter que tocar eles ou enviar alguém que possa ser capturado e revele os nomes de quem os enviou parecer muito útil para os globalistas. Eles poderiam, por exemplo, usar esta tecnologia contra os políticos que não “joguem bola” ou pessoas que não se alinhem com suas decisões. Os Estados Unidos colocou esta tecnologia na rua durante as operações de controle de multidões en varias cidades do pais. É chamado de Canhão de Som.

E isso aí. Espero ter ajudado com a questão dos ecos celestiais que, afinal, não são tão paranormais. Claro, explicações alternativas são bem-vindas. Deixe seu comentário na nossa seção de comentários abaixo.

Você pode compartilhar nosso conteúdo original, desde que respeite a nossa política de direitos autorais, conforme mostrado em nosso rodapé. Por favor, não corte os artigos de The Real Agenda para redistribuir por e-mail ou na Internet se você não cumpre com as nossas políticas de direitos de autor.

About the author:

Luis Miranda is the Founder and Editor-in-Chief at The Real Agenda. His career spans over 17 years and almost every form of news media. He attended Montclair State University's School of Broadcasting and also obtained a Bachelor's Degree in Journalism from Universidad Latina de Costa Rica. Luis speaks English, Spanish Portuguese and Italian.

Add a Comment